A Rússia ainda é um destino relativamente exótico para os brasileiros. Depois ter sido definido como sede da Copa do Mundo de 2014, o país ganhou mais destaque na mídia e despertou a curiosidade de muitos turistas. Se você pensa em desbravar a Rússia um dia, se liga nessas curiosidades que nós separamos para vocês.

Cidade mais fria do mundo

Todo mundo sabe que a Rússia é um país onde faz muito frio. Mas, você sabia que a cidade mais fria do mundo fica lá? Pois é! Oymyakon é o nome desse pequeno município localizado na Sibéria. Para você ter noção, a temperatura mais baixa registrada por lá foi -67.7ºC. Esse recorde foi registrado em 1933. Em dias normais, os termômetros costumam marcar -50ºC. Bem tranquilo, não é?

É tanto frio, mas tanto frio, que pouquíssimas pessoas vivem lá. Oymyakon tem apenas 500 habitantes.

Chá

A Inglaterra não é o único lugar da Europa onde a cultura do chá é forte. Na sede da Copa do Mundo 2018, esta também é uma tradição. Os tipos de chás mais consumidos na Rússia são o preto e o verde. Mais do que uma bebida, eles têm um valor social. Existem ainda algumas regrinhas para consumi-lo. Por exemplo, é considerado servir apenas o chá, devendo haver sempre alguma comida para acompanhar (biscoitos, doces e etc.).

Natal em janeiro

De acordo com a The Pew Forum on Religion and Public Life, mais de 71% dos russos se declaram cristãos ortodoxos. Por ser a religião mais forte no país, eles seguem um calendário religioso diferente do nosso. O mais curioso é a data de celebração do natal: dia 07 de janeiro. Isso significa que 25 de dezembro é um dia comum por lá, sem jantares em família ou troca de presentes.

Outra curiosidade sobre o final de ano se refere ao Ano Novo. O dia 1 de janeiro é o feriado mais importante do país, tão importante que do dia primeiro ao dia 10 do primeiro mês do ano ninguém trabalha. E o melhor: essa pausa de começo de ano não conta como férias, ou seja, os trabalhadores ainda poderão curtir ainda mais um mês completo de descanso ao longo do ano.

Cidade mais populosa

A cidade mais populosa da Rússia é Moscou, a capital do país. Atualmente, a metrópole russa tem quase 12 milhões de habitantes. E, falando em Moscou, vale dizer que o inverno por lá é rigoroso e que no verão a temperatura máxima é de 25ºC.

Depois da capital russa, as cidades mais populosas são São Petersburgo, Novosibirsk, Ecaterimburgo, Novgorod e Samara.

Moeda

A Rússia não faz parte da zona do euro como muita gente pensa. A moeda do país se chama “rublo russo” e é bem mais barata do que o euro. Com 60 centavos de real é possível comprar 1 rublo russo. Uma coisa bastante legal em relação às cédulas da moeda local é o fato de elas terem marcações em braile, uma ótima solução para ajudar os deficientes visuais a identificarem os valor das notas.

Apesar de o rublo russo ser barato para os brasileiros, o custo de vida nas grandes cidades do país não é dos mais baixos. No entanto, quando o assunto é comida, é possível encontrar preços acessíveis e mais baratos do que aqueles encontrados nas metrópoles do Brasil.

País mais extenso do mundo

Quando olhamos um mapa-múndi, é fácil notarmos a extensão gigantesca do território russo. A área do país equivale ao dobro da do Brasil. A Rússia é tão grande que ela ocupa metade da Europa. Devido à extensão do país, ele tem 11 fusos horários. É isso mesmo! Na Rússia existem 11 horários diferentes.

Rede social

O Facebook pode ter dominado o Brasil e boa parte do mundo, mas na Rússia a rede social do Mark Zuckerberg não é a mais popular. Quem ocupa essa posição lá é o site VKontakte, tendo mais de 350 milhões de usuários. Por causa desse número expressivo, ele é a maior rede social da Europa. Essa plataforma tem algumas semelhanças com o nosso falecido Orkut, como a possibilidade de criar comunidades.

O VKontakte é uma criação do programador Pavel Durov, idealizador do Telegram.

Rio mais longo da Europa

O gigantesco do território russo abriga o rio mais longo da Europa, o Rio Volga. Com quase quatro mil quilômetros de extensão, ele nasce no norte do país, no planalto de Valdai, e deságua no Mar Cáspio.

Conquistadores do espaço

Durante a corrida espacial, no período da Guerra Fria, a União Soviética tornou-se uma pioneira do espaço em vários aspectos. Ela foi responsável, por exemplo, por enviar o primeiro ser humano ao espaço, o cosmonauta Yuri Alekseyevich Gagarin. Mas, não é só isso! O bloco também inovou ao colocar o primeiro satélite em órbita, o Sputnik I.

A lista de façanhas da União Soviética no espaço inclui ainda o primeiro pouso de uma nave na lua e nos planetas Marte e Vênus. Tudo isso entre a década de 1960 e 1970. Essas conquistas deixaram os Estados Unidos bem aflitos na época.

Comidas diferentes 

Existem muitos pratos russos que podem ser considerados peculiares por nós brasileiros. Um deles é o Kholodets, uma gelatina de carne. Eu sei que soa muito estranho, mas essa preciosidade gastronômica realmente existe. Há quem diga ser gostoso, porém a cara dele não deixa de ser curiosa.

Outra iguaria diferente é a Kishka, um prato cujo ingredientes principais são pele e intestinos de frango. Ela é recheada com carne e acompanhada por um molho.

Vinagrete e Estrogonofe

E por falar em comida, o famoso vinagrete brasileiro tem um primo russo chamado Vinaigrette. Embora sejam parentes, eles são bem distantes. Isso porque o vinagrete feito na Rússia leva batata, repolho, beterraba e vegetais em conserva.

O nosso estrogonofe também tem origem russa, mas o de lá não é acompanhado por arroz e nem por batata palha. Ele também não leva molho de tomate ou ketchup. O Stroganov, como é chamado na Rússia russo, contém cubos de carne bovina e creme de leite.

Você conhece outras curiosidades da Rússia? Conte para gente nos comentários.

Leave a Reply

Your email address will not be published.